Arquivo da categoria: Sem categoria

Coleção Arraiá – Top Beauty

Bom dia! 🙂

Hoje quero mostrar parte de uma coleção da Top Beauty que foi lançada há poucos meses e que a loja Collor Esmaltes e Cia me mandou para resenhar, a Coleção Arraiá.

_dsc0012-2ok

A coleção é composta por 8 cores, mas eu recebi apenas 5. As recebi são todas bem populares e clássicas, já conhecidas e bem usadas por nós. Todas as cores eu usei com a Base Cetim da própria Top Beauty e sem extra-brilho. Eu fiquei apaixonada pelo brilho e pela secagem extremamente rápida desses esmaltes! Top Beauty arrasou na fórmula, é só uma pena que não é 3free, então nem todas podem usar, mas quem puder, se joguem! ❤

Vou começar mostrando o Maça do Amor, que é um rosa neon daqueles bem intensos, que deixam a unha bem viva! Nele eu precisei de 3 camadas, mas nada que impedisse a secagem rápida e excelente acabamento, sem deixar a unha gordinha.

_dsc0034aok

_dsc0048-2aok

 

Agora vamos ver o Pula Fogueira, que é um laranja neon igualmente bem vivo, e que também precisou de 3 camadas, mas tal como seu irmão rosa, não interferiu na secagem rápida ou no bom acabamento.

_dsc0008aok

_dsc0029-3aok

 

Agora vamos ver o Vinho Quente, que é um vinho bem clássico (eu usava MUITO essa cor quanto estava entrando na adolescência, há 30 anos atrás! Tem cor que nunca sai de moda rsrsrs). Nele eu usei duas camadas, igualmente a secagem foi bem rápida e o acabamento ficou impecável.

_dsc0100aok

_dsc0095aok

 

Agora vamos para o rosinha delicado da coleção, o Correio Elegante. É aquela cor que todas nós usamos pelo menos uma vez na vida. rs Super clássica, delicada e feminina. Esmalte para entrevista de emprego! rsrsrs Usei 3 camadas, sem interferir na secagem e no acabamento.

_dsc0059aok

_dsc0058aok

 

Agora o último da coleção, o nude super clássico, o Paçoca. É lindo e na minha pele ele fica realmente nude! ❤ Também é uma cor que usei MUITO toda minha vida, na época que só existia branquinho, vermelho, nude e vinho no mercado (graças à Deus e à Fada dos Cosméticos, são tempos passados rsrsrs). Usei 3 camadas, secagem ultra rápida, acabamento perfeito! ❤

_dsc0081aok

_dsc0079aok

Essas cores dessa coleção estão bem lindas, bem clássicas, com cores que provavelmente já temos na nossa coleção, porém talvez não com essa qualidade de secagem e brilho. Como não tenho alergias, eu trocaria até alguns importados por esses esmaltes (não se iludam que todo esmalte importado é perfeito, está longe disso, tem alguns que são bem ruins). Bom, resumindo gostei bastante, só dispensava mesmo os neons, porque pessoalmente não curto essas cores, não por algum defeito neles. Top Beauty está de parabéns! 🙂

Por hoje é isso! A loja que me enviou fica em Belo Horizonte, MG. É uma loja física, então quem mora aí por BH, vale dar uma passada lá para ver as novidades. Ela fica na Avenida Contagem, 678 – Bairro Santa Inês, e o telefone de lá é (31) 3140-7597. O instagram deles é @collor_esmaltes_e_cia e o Facebook é https://www.facebook.com/colloresmaltesecia/

Por hoje é isso, um beijo grande!! ❤

PS: A imagem de fundo usado na primeira foto do post foi gentilmente cedida pela Shutterstock.

Anúncios

Heritage Collection – Jade Cosméticos

Olá, boa tarde!! 🙂

Antes deixa dar uma satisfação do porque fiquei sem postar foto em todo lugar. Muito simples, fiquei sem câmera por duas semanas, mas agora já está tudo normal, vou voltar a programação normal, com posts aqui, no instagram e no Pausa para Feminices. Pelo menos vocês me aturaram no facebook enchendo o saco de vocês com assuntos políticos! rsrsrs

Semana passada recebi aqui a nova e infelizmente última coleção da Jade. 😀  😦

Pois é, gente, há algumas semanas atrás fomos surpreendidos com a triste notícia de que a Jade, nossa marca de esmaltes tão querida, estava fechando as portas por causa dessa crise terrível que está assolando nosso país, junto com outras mais de 1400 fábricas que também fecharam as portas nos últimos meses. Muito triste isso, porque além de esmaltes maravilhosos, de um carinho ímpar com suas consumidoras, eles também sempre tentaram nos deixar felizes com seus lançamentos. Não tenho palavras para expressar o tanto que fiquei triste, de verdade. Sei que vocês todas também estão sentindo o mesmo que eu. :(((

E para fechar com chave de ouro, a Jade fez uma coleção maravilhosa, memorável, irresistível! A coleção Heritage que é composta por 5 lindos esmaltes com pigmento multichrome como base.

_DSC7233ok

Eles são lindos, todos eles! Vamos começar pelo Infinity, que é um multichrome com base roxa, refletindo tons de cobre, rosa e dourado. Lindíssimo! É dupe do Emocionante da Ludurana e do Celia da Dance Legend. Tem 3 camadas dele com uma de top coat.

_DSC7082ok _DSC7094ok _DSC7105ok

Agora vamos ver o The One, que é u multichrome lindíssimo também, com fundo azul e reflexos que mudam pro rosa, roxo, cobre e dourado. Ele é dupe do Reluz da Ludurana e do Boggs da Dance Legend. Coloquei 3 camadas dele e uma de top coat.

_DSC7064ok _DSC7066ok _DSC7060ok

Agora vamos conhecer o Legend, que é um esmalte multichrome também, com fundo oliva e reflexos que vão do verde, azul e dourado. Ele é dupe do Trendy da Hits e do Wazowski da Dance Legend. Coloquei 2 camadas dele e uma de top coat.

_DSC7109ok

_DSC7119ok _DSC7115ok

Agora vamos conhecer o Exotic Bird, que é um multichorme com base verde que muda para o azul, roxo, rosa e dourado. O mesmo pigmento usado no Cutie Pie da Hits, Show da Ludurana e Sulley da Dance Legend. Além desse pigmento que é lindíssimo, tem também glitters holográficos na cor prata, que deixa ele um escândalo de lindo! Usei 3 camadas dele e uma de top coat.

_DSC7137ok _DSC7148aok_DSC7140oka

Agora temos o Unique II, que é igualmente um multichrome, com a base verde, refletindo tons de cinza, vermelho e roxo. É o mesmo pigmento do Chameleon da Hits e do Admirável da Ludurana. Além desse pigmento, ele tem também pigmento holográfico, o mesmo dos Jades Holográficos, aquele que tem bastante prisma. Muito lindo esse esmalte! Botei 2 camadas dele e uma de top coat.

_DSC7159ok _DSC7155ok _DSC7165ok

Eu amei demais essa coleção, e ela só não foi perfeita porque é a última da Jade. 😦 😦 😦

O preço deles é mais elevado, em torno de 25,00 reais. Como vocês já sabem, esses pigmentos multichromes são caríssimos, e com o dólar alto como está, eu achei o preço bem barato até. Uma coisa que também aconteceu é que eles se esgotaram muito rápido das lojas e muitas consumidoras não conseguiram comprar. O que aconteceu é que, como era a última coleção e o valor dos esmaltes bem elevado, ficava difícil fazer um estoque muito grande, com o risco do esmalte com matéria-prima tão cara ficar encalhado na fábrica (mesmo medo que eu tive quando lancei a Deluxe, e fiz poucas unidades). Mas contrariando os piores prognósticos, a coleção foi um sucesso absoluto, mesmo com preço elevado em meio à crise. Só que nesse meio tempo a Jade já tinha vendido seu maquinário, e não sabia como conseguiria produzir mais. Mas fiquei sabendo que eles estão tentando de tudo para fazerem mais e reabastecerem os estoques das lojas, e atenderem também as lojas que não puderam receber. Vamos torcer para que consigam, né meninas? Ninguém merece ficar sem essa coleção! ❤

À Jade eu digo, e acredito que em nome de todas as apaixonadas por esmalte do Brasil: Vocês moram no nosso coração de uma forma muito, muito especial! Trouxeram tantas alegrias, tanto carinho, soubemos com vocês o que é ser uma consumidora amada e respeitada, como uma namorada que é mimada pelo amado dos sonhos. Lembro de quando vocês apareceram com aqueles holográficos maravilhosos, deixando todas nós enlouquecidas! Loucura essa que extendeu-se à todos os continentes do planeta! Vocês não tem noção da quantidade de apaixonadas por esmalte de todo lugar do mundo, que procuraram à nós, brasileiras, tentando qualquer negócio em troca daqueles holográficos perfeitos! A cada coleção que vocês lançavam, mais nosso coração era conquistado, mais ficávamos cativas do trabalho de vocês. Perder vocês é como perder um amigo querido, daqueles que deixaram um rastro de saudade na nossa vida. Desejamos de todo coração que um dia vocês consigam voltar para nós, quando tudo isso passar, e nossa sociedade voltar a se reerguer! Estaremos esperando de coração na mão! TE AMAMOS! ❤

❤ ❤ ❤

*Imagem de fundo gentilmente cedida pela Shutterstock.

 

Top Coat em Gel

Bom dia! 🙂

Hoje quero falar de um produto que já venho experimentando há alguns meses, o top coat em gel, que é ativado por raios UV. Estou experimentando essa marca, que comprei no Mercado Livre e no ebay:

_DSC6574ok

Ingredientes da fórmula são esses:

_DSC6578ok

E aí vem a pergunta: o que tem demais esse top coat? Várias coisas! Primeiro deixa eu dizer como me interessei em experimentar. Eu via sempre nas fotos das gringas, alguns esmaltes com glitter que, nas minhas unhas ficavam bem marcados, mesmo com várias camadas de top coat. Eu ficava aqui pensando: mas COMO elas conseguem deixar esse esmalte tão lisinho? Elas dizem que é top coat em gel, mas já comprei vários top coats de efeito gel e nenhum deixa desse jeito!

É porque eu estava comprando top coats com “efeito gel” e não top coats “em gel”. São diferentes. Os top coats que prometem efeito gel, são os nossos conhecidos que deixam um brilho muito bom de forma prolongada. Fica parecendo esmalte com gel, que tem um brilho muito bom, no entanto não são top coats em gel e não são a mesma cobertura e durabilidade. Até que um dia eu estava lendo um post sobre aplicação de esmaltes em gel, e me deu um estalo: será que é esse top coat em gel ativado com raios UV que elas estavam falando?

Nem tive dó, comprei o top coat e a cabine UV para experimentar. Quando os produtos chegaram e experimentei, fiquei feliz, porque era aquilo mesmo! Minha primeira reação foi de choque! UMA camada desse top coat deixa até esmalte de efeito sand, super lisinho e brilhoso. Vejam só que loucura!

Sem Título-1ok

Aí tem UMA camada desse top coat em gel por cima de duas camadas do Chyna e Dahlia da Zoya. A única diferença entre eles é que o Chyna foi ativado pela cabine UV e o Dahlia foi ativado no sol mesmo, nos raios UV naturais (quem não quer comprar a cabine, põe as unhas no sol, monaaa rsrsrs).

Aqui testei em um esmalte de glitter forte, o Maleficent da EDK. Ele com uma camada de top coat normal, que após 1 hora mais ou menos, fica com relevo outra vez:

_DSC6369ok

Então é só colocar uma camada do top coat em gel (vai ficar meio enrugado na hora, e é normal, depois ele vai ficar homogênio. Não precisa colocar mais uma camada para tentar tirar o enrugado, porque isso vai deixar ele muito grosso e ele vai quebrar todo na unha ao longo do dia. E é muito importante não colocar nos raios UV se tiver top coat escorrendo nas cutículas, porque ele vai endurecer lá e ficar feio. Tem que ter cuidado para esmaltar sem deixar escorrer, e se deixar, tem que limpar bem a cutícula antes de colocar na cabine ou no sol.

_DSC6373ok _DSC6374ok

Já com o top coat em gel, passa DIAS e continua exatamente assim:

_DSC6377ok

O efeito é impressionante mesmo, fica lisinho, brilhosíssimo. ❤

Aqui testei sobre um cremoso, o Rosa Antigo da Colorama:

_DSC6385ok

Unhas completamente secas, prontas para lavar cabelo e louça, em 2 minutos. E não sai da unha nem por um decreto. E aí está, a meu ver, a maior ponto contra. Não exatamente a durabilidade, que para muitas é um ponto super à favor, mas a dificuldade para tirar o esmalte da unha. Eu tinha colocado esse esmalte só para fotografar e montar o post, pintei só uma mão mesmo, e no entanto o pouco tempo que ficou na unha já foi suficiente para “grudar” o esmalte. Olhem só depois de esfregar bastante a unha com Lutex:

_DSC6398ok

Agora olhem depois de esfregar tanto, que o algodão estava quase seco já, com a acetona quase toda evaporada:

_DSC6402ok

Não sai de jeito nenhum! Isso não é bom, claro! Ficar esfregando a unha desse jeito com acetona não faz bem nenhum para as cutículas. Por isso recomendo usar esse top coat só quando quiser um efeito prolongado nas unhas, quando for viajar ou coisa do tipo. Ou quando quiser mesmo um efeito super liso em um glitter forte e pretender ficar com o esmalte por alguns dias. Ou quando precisar de uma secagem completa e instantânea. No dia a dia melhor continuar com o top coat normal mesmo, pelo menos se você for como eu, que troca bastante de esmalte.

E então você pergunta: “como tira isso?”. Fui pesquisar para ver como as manicures que trabalham com esse produto, retiram esses esmaltes com gel das unhas das clientes. Vi que precisa amolecer um pouco usando acetona. Algumas recomendam mergulhar os dedos por 10 minutos na acetona, o que EU não recomendo. Super agressivo! Outras recomendam usar a técnica do papel alumínio, mas eu nunca tive muita paciência pro papel alumínio e coloquei só o algodão molhado de acetona mesmo:

_DSC6559ok

Mas antes deixa eu falar que queria fazer o teste da durabilidade também. A Gi, quando passou uns dias aqui em casa no ano passado, usou esse top coat sobre um FUN Lacquer e ficou com ele por mais de uma semana intacto. Pensei: uau, vou testar com o Vendetta da Chanel, que sempre lasca em horas. Tipo, eu pinto com o Vendetta, saio na rua e quando volto o esmalte já está lascado. Coloquei o Vendetta e ele durou 4 dias intacto (o que na minha unha é MUITO), e só tirei porque precisava começar a fotografar a nova coleção de PL que está sendo preparada. Mas gente, o Vendetta durar isso tudo na minha unha é um milagre! rsrsrs

Voltando a retirada do esmaltes, as manicures dizem então, que após amolecer o esmalte, precisa pegar uma espátula e raspar ele. Senti arrepios de pensar em raspar minha unha com uma espátula de ferro, então utilizei uma de madeira que deu super certo também. Nem precisa fazer muita força, sai bem fácil se tiver amolecido:

_DSC6563ok

Fui notando que nas outras unhas foi sendo mais fácil, e vi que quanto mais deixar “de molho” no algodão, mais tranquilo para tirar. Nessa unha aqui já saiu com mais facilidade quando tirei o algodão e esfreguei um pouco. Tinha bem menos esmalte para raspar:

_DSC6565ok

E olhem a do mindinho! Quase não tinha nada para raspar! Acho então que o segredo é deixar uns minutinhos à mais no algodão (se for um removedor sem acetona, melhor ainda. E bastante hidratação depois!)

_DSC6567ok

Eu gostei bastante desse top coat, mas para usar com moderação. Não é algo que vou usar em todas as esmaltações, só quando for realmente necessário. Ainda não publiquei nenhuma foto usando ele, quando isso acontecer, vou avisar na foto. O que mais gostei nele foi a secagem mega instantânea. No dia mesmo que coloquei o Vendetta, eu tirei a unha da cabine, e fui direto pra cozinha fazer almoço. Coisa de 1 minutinho mesmo, o tempo de ir do meu quarto pra cozinha. Isso deixa a gente tentada a usar em toda esmaltação, mas é agressivo tirar e não vale à pena. Dá muito trabalho manter as cutículas sempre arrumadinhas!

UPDATE:

Lá no post que coloquei no Facebook para divulgar o post, está rolando muitos comentários com dicas maravilhosas, especialmente no que diz respeito à retirada do esmalte com top coat em gel! Acompanhem lá! 🙂

Cliquem na imagem:

Bom, então é isso, espero que tenham gostado da dica! E me digam se já usaram eles, se já sabiam que tem como usar esse top coat com esmalte normal também, apenas como finalizador. Me contem o que sabem sobre esses top coats em gel! Estou começando a experimentar agora, e gostaria da opinião de quem já experimentou! 🙂

Um beijo grande e até a próxima! 🙂

 

 

Dicas para Fotografias de Unhas

Bom dia! 🙂

Já tem muito tempo que estou para fazer esse post, mostrando um pouco como faço as fotos que mostro aqui no blog. Inúmeras e inúmeras pessoas já me pediram para contar meus “segredos” de fotografia de unha. E eu acabei protelando muito, primeiro porque seria um post bem trabalhoso, segundo porque não queria muito chocar a sociedade com minha vida de “Macgaiver da fotografia”. hahahahha

Eu morro de rir quando alguma menina me pergunta sobre meu estúdio, ou quando alguém imagina que faço igual as russas, com todos aqueles equipamentos caros (meu sonho dourado é ver os bastidores das fotos da u_nona). Nada disso, é tudo muito simples, como toda minha vida é na verdade. Sou uma pessoa muito simples, sempre vivi com o dinheiro apertado igual a maioria dos brasileiros, e por isso, sempre precisei ser criativa na vida, o que não é diferente com relação à fotografia. Claro que investi em alguns equipamentos, porque afinal preciso tirar fotos boas para apresentar meus esmaltes, que são meu ganha pão, mas não é nada tão profissional assim. É aquele jeitinho brasileiro de viver, tentando adaptar uma coisa aqui, driblando outra dalí, e no fim a gente consegue coisas fantásticas, não é mesmo? Criatividade é tudo na vida, gente! E nosso povo não consegue driblar apenas jogando futebol, né? 😛

Então primeiro quero falar desses fundos mágicos que uso nas fotos, tudo muito profissional, comprei tudo no exterior, custou uma FORTUNA! hahahaha Claro que estou brincando! Esses fundos cheios de brilho e cor são as coisas mais variadas! Vocês não imaginam o que eu pego pra ser fundo de foto! Se minha mãe aparecer aqui com um pano de prato colorido e legal, pego pra fundo de foto! hahahah

As coisas que mais uso para fundo são:

EVA com glitter:

fundos 2 ok post

Umas colagens loucas que fiz (peguei papel camurça que não reflete nenhum brilho e colei lantejoulas, glitters, tudo que brilha!):

fundos 3 post

Panos variados, cachecols, xales com glitter, etc:

fundos ok post fundos 1 ok post

Para que esse material todo fique em uma posição de fundo, eu arrumei um daqueles quadros de cortiça, sabem? E então só prego o fundo no quadro e pronto! Uso em vários lugares.

fundos 4 post

E aí com a unha esmaltada e o fundo escolhido, temos que pensar em qual iluminação vamos usar para aquele esmalte. Com iluminação eu sou meio neurótica, é onde mais invisto no fim das contas, mas não é nada do outro mundo também, primeiro porque aqui eu não tenho espaço para botar muita coisa, segundo porque no fim das contas a melhor iluminação é aquela que vem da janela em um dia de Sol. Todos os esmaltes ficam perfeitos, toda a foto fica perfeita com a luz da janela que Deus nos deu de graça! Mas infelizmente nem sempre podemos fotografar só de dia, e nem sempre está sol quando precisamos fotografar. É por isso que precisamos de outros tipos de iluminação. Mas primeiro deixa mostrar para vocês a luz da janela. ❤ ❤ ❤

Aqui na minha casa geralmente eu fotografo em dois lugares, no meu escritório e no quarto da minha filha, que são os lugares que tem a janela mais acessível para fotografar. Em ambos ambientes é mais ou menos assim (pedi para minha filha tirar as fotos com o celular) fica assim:

Fotografando a mão esquerda:

esqueda janela 2 post

A foto que está no visor da câmera na foto acima:_DSC0085ok post

Agora fotografando a mão direita:

direita janela 2 post

Foto que está no visor da câmera na foto acima:janela direita ok post

Fotografando só com o fundo:

direita janela

Foto que está no visor da câmera na foto acima:janela post

Aqui embaixo é na janela do escritório (eu estava sem jeito de me autofotografar e não saiu muito bom (por isso fui pedir ajuda para Bia hahaha), mas dá para entender:

janela escritorio post

Estão vendo? É tudo simples, eu coloco o fundo encostado em uma cadeira de frente para a câmera e sento na bairada da cadeira, de forma que o fundo fique aparecendo (isso para as fotos em que eu apareço – também já fiz outras composições, mas tudo nesse estilo improvisado). Quando não estou com vontade de trocar de roupa para combinar com o esmalte, eu fico em pé (ou de joelhos, por causa da altura em algumas poses que gosto de fazer) e coloco a mão na frente do fundo. Só isso! Quando estou fotografando uma mão só, eu clico com a outra mão mesmo. Detesto ter que usar o controle remoto, porque é chatíssimo focar com ele, e é por isso que não ando mais tirando foto com duas mãos, só quando estou com muita vontade de fotografar. 😛

Com duas mãos, uso esse controle remoto (e não aparece nas fotos, claro, porque nos dois segundos que a câmera me dá de tempo, eu solto o controle e posiciono a mão, mas aí nessa foto deixei para vocês visualizarem como ele é:

controle luz janela post

Viram como a luz da janela faz as fotos mais lindas? Qualquer esmalte fica bonito nelas! Mas quando não está de dia ou o sol não aparece, temos que usar outros artifícios. A maioria das pessoas usam lightbox, mas eu não consigo usar, minha mão é claustrofóbica, preciso de espaço. E eu também gosto de colocar aqueles fundos coloridos, o que fica um pouco complicado usando lightbox, além de gostar de fotografar de frente para a câmera, e na lightbox só tem como ficar atrás da câmera com a mão esticada para frente. Então eu tenho aqui 3 recursos que me auxiliam com a iluminação do tipo de foto que gosto. Primeiro vou falar da sombrinha de estúdio.

sombrinha post

Foto que aparece no visor da câmera na foto acima (na verdade essa daí é uma que tirei logo em seguida, porque exatamente a que aparece no visor ficou desfocada. Já estava difícil tirar eu mesma as fotos com o celular, tirei outra, mas com relação à iluminação, não tem nenhuma diferença). Essa foto já está editada, já ajustei o que precisava ajustar para ficar idêntica a iluminação da janela:_DSC0048aok post

Comprei a sombrinha porque ela simula muito bem aquela luz maravilhosa da janela. Não é exatamente a mesma coisa, precisa de alguns ajustes de branco e luz na pós-edição, mas ajustes bem simples, então vale muito à pena. Os esmaltes ficam lindos nela e ainda podemos brincar com luz e sombra, deixando as fotos mais naturais, com menos “cara de estúdio”. E a sombrinha também tem a vantagem de poder tirar as fotos em qualquer lugar da casa e em qualquer horário, e então até de madrugada temos a “luz da janela”. O problema dela, é que mesmo usando duas lâmpadas de estúdio super potentes, ela não ilumina tanto quanto a janela, precisa dos ajustes como já disse e de forçar um pouco mais a câmera. Mesmo assim é ótima! Aqui algumas sessões de fotos que fiz usando a sombrinha:

https://blogpenelopeluz.com.br/2014/08/07/deep-blue-beauty-color-get-your-number-opi/

https://blogpenelopeluz.com.br/2014/07/28/nail-art-abstrata/

https://blogpenelopeluz.com.br/2014/07/14/sanduiche-de-glitter-carimbo-estilo-indiano/

https://blogpenelopeluz.com.br/2014/07/12/gita-la-femme/

Outro recurso que uso são as luminárias. Passei muito tempo sem usar elas, na verdade. Elas fazem uma sombra muito pesada e escura, e eu não curto. Mas aí um dia pensei em fazer uma gambiarra de Macgaiver e coloquei papel manteiga em volta delas para que elas tivessem aquela suavizada da lightbox. E deu super certo! 😛

cenario luminarias post

Thor, como sempre, se apoderando dos meus cenários na hora que estou fotografando! Às vezes tenho que prender ele no quarto da Bia pra conseguir fotografar! hahahahathor post

Voltei a usar elas em algumas fotos, mas, ainda não estava satisfeita com as fotos de macro. E foi aí que pesquisei e vi que tem um flash próprio para macrotografia e que tem um preço acessível. Ele é colocado na própria lente, então não forma sombra! O mais feio do flash é aquela sombra escura, não é? Pois esse flash não forma aquela sombra, fica parecendo foto da luz da janela. Só que no fundo da foto escurece um pouco, e aí que as luminárias e sombrinha entram. Não para iluminar diretamente a unha, mas para iluminar o fundo, enquando o flash ilumina as unhas. As fotos de macro estão ficando lindas! Mostram super bem o esmalte, todos os detalhes deles, que ficam lindos de ver bem de pertinho, não é? Foto de glitter holo é sempre difícílima de fazer, nunca fica tão bonito na foto como vemos ao vivo, mas com ele os glitters holos ficam super lindos? Só é chato esse reflexo de bolotinha que fica, mas já estou acostumando com isso! 😛

Uma foto feita com ele:

_DSC0152ok post

Ele é assim:

flash

Além dessas iluminações, alguns esmaltes ficam bons na sombra de um lugar muito bem iluminado, como o quintal da casa, por exemplo (longe do sol, só na sombra). O quintal é como se fosse uma “lightbox” gigante, e quando está nublado, ainda mais, porque as nuvens suavizam os reflexos do sol, tal como o papel manteiga suaviza a luz das luminárias. Esse tipo de luz é perfeita para esmaltes foscos, para glitter metálico (não os glitters holo, só aqueles metalizados sem holo) e duo/multichromes (seja de pigmento, de glitter ou flocado).

Agora que já falamos sobre o cenário e a iluminação, vamos falar sobre a câmera. Eu uso a mesma câmera há mais de 3 anos, a Nikon D5200, e continuo achando-a excelente para fotos de unha. Não é uma câmera de grande porte igual das russas, mas é uma DSLR semi-profissional muito boa e de custo bastante acessível. Deixa explicar primeiro sobre as câmeras, porque muita gente confunde câmera profissional com semi-profissional, e semi-profissional com compacta. Entre as DSLR (essas que trocam de lente) há as que alguns classificam como semi-profissionais e como profissionais. Na Nikon, por exemplo, existe mais de uma linha de câmeras semi-profissionais, algumas para quem está começando o básico, e outras para quem já conhece alguma coisa de fotografia, e muitos fotógrafos profissionais, que inclusive ganham a vida com fotografia, usam delas até para fotografar casamento (porque no fundo quem precisa mesmo ser profissional é o fotógrafo! Se ele não for, pode estar usando uma câmera de 25 mil reais, que não vai saber fotografar profissionalmente e tecnicamente com ela). Claro que determinados tipos de fotos, precisam de uma câmera mais potente, com sensor maior, que fique com uma qualidade gráfica excelente mesmo com muita ISO, no entanto para o nosso caso, uma básica é mais que suficiente!

A minha é da linha mais básica (e mais barata) de semi-profissional. Escolhi dela principalmente porque na época eu estava começando e ela tem o visor giratório, o que é excelente para auto-retratos (quando fotografamos nossa própria unha, estamos nos fotografando, né?). Já tive a chance de comprar uma de grande porte, com uma qualidade muito superior, mas não tinha visor giratório, então para quê me serviria, se a maioria das fotos que faço são das minhas unhas e para postar na internet? Não preciso imprimir e nem tenho condições de tão pouca iluminação ou cenário que exijam uma qualidade maior da câmera. Preferi não gastar dinheiro à toa com uma câmera que quase não seria usada para outros fins. A Nikon ainda tem outras linhas de semi-profissionais um pouco mais elaboradas, com um preço maior (que também não tem visor giratório mimimimi), e depois “pula” para as linhas profissionais, cujos valores são bem mais altos, o nível de dificuldade para mexer nelas é bem maior, e se você não é blogueira russa, não tem a menor necessidade de usar elas para fotografar as unhas (além de também não terem o visor giratório nosso amigo). Não sei se outras marcas têm câmeras mais profissionais com visor giratório, porque só conheço mesmo as da Nikon. Agora que tenho várias lentes da Nikon, não vou mudar de marca e ter que comprar as lentes todas de novo (algumas são mais caras que as câmeras), então nem pesquiso o que não é da Nikon, mas o Google tá aí pra isso, acaso alguém queira saber sobre outras marcas. 😛

Além das DSLR que se dividem entre profissionais e semi-profissionais (ou pequeno, médio e grande porte, como preferirem), há ainda as câmeras compactas, que são essas que não precisam trocar de lente, algumas com superzoom (mais avançadas, já beirando as DSLR, mas ainda assim compactas), outras sem superzoom, mas todas fazem tudo com uma lente só, todas as funções compactadas em configurações automáticas e versáteis. Muita gente acha que as compactas superzoom são as semi-profissionais, mas não são, elas também são compactas. Até lojas acham isso e às vezes vemos anúncios de compactas sendo vendidas como semi-profissionais (ou vendedores que entendem tudo de vender e ganhar comissão, mas não entendem de fotografia). Elas fazem macro, zoom, faz foto de retrato, de paisagem, de tudo que é jeito, tudo em uma câmera só, por isso se chama “compacta” e por isso não precisa trocar de lente. E as funções são todas automáticas, não precisa entender nada de velocidade-abertura-ISO para fotometrar (dentre outras funções manuais), a câmera faz isso sozinha. A qualidade delas é um pouco abaixo da qualidade de uma DSLR, não tem todos os recursos que uma DSLR tem, e não podem ter todas as mil possibilidades das lentes individuais. Algumas marcas tem câmeras compactas de qualidade quase similar às DSLR, mas as mais populares  – e de preços mais acessiveis – são muito mais limitadas e com uma qualidade inferior.

Ainda teria muita coisa para falar das câmeras, sobre sensores, megapixels e etc, mas aí já sairia muito do tema de “fotos de unha”. Porém é um assunto interessante para quem estiver com planos de comprar uma câmera, então vale à pena dar uma pesquisada. Você vai acabar entendendo porque a câmera da sua amiga que é pequena e com tão poucos megapixels, faz fotos com mais qualidade que a sua superzoom grande e robusta, com tantos megapixels, e claro, que custou 3 vezes mais que da sua amiga. 😛

E aí entramos nas lentes. Apesar da câmera compacta ter zoom e macro, a lente delas não é, de forma alguma, similar as lentes individuais de zoom e macro das câmeras DSLR. Não fazem alguns efeitos e não têm a mesma qualidade. Mesmo entre as lentes de cada função, existem uma variedade imensa de possibilidades e de qualidade. Por exemplo, na Nikon (outras marcas também, mas como quase sempre tive Nikon, vou me ater à essa marca), existem muitas lentes para macrofotografia, que são as melhores para fotografar as unhas. Eu uso a mais baratinha (40mm f/2.8), mas que faz fotos perfeitas de macro! Segundo minhas amigas que têm Canon, a equivalente dessa marca é a 50mm f/2.5 macro. Claro que minhas fotos ficariam com uma qualidade maior se eu usasse aquela lente de macro que é mais cara que a câmera, mas para o tipo de foto que eu faço, a diferença não seria tanta assim ao ponto da mais cara ser necessária. Ela seria só um luxo, não uma necessidade (para outros tipos de foto ela é necessária, mas para fotos de unha, não). A lente mais barata é mais que suficiente para todos os tipos de fotos de unhas, e todas com muita beleza e possibilidades. Já com relação às compactas, a diferença é muito grande. As lentes de macro de uma DSLR tem muito mais possibilidades, as fotos ficam com uma qualidade muito maior e com efeitos que a maioria das compactas não tem, como os fundos desfocados, por exemplo (algo que muitas meninas me perguntam como faço, e se elas podem fazer nas compactas delas).

Vou exemplificar. A primeira foto abaixo foi feita com uma compacta superzoom (Nikon Coolpix L120) e a segunda com a lente 40mm f/2.8 sendo usada na Nikon D5200. A configuração é a mesma (não exatamente a mesma, porque elas não têm as possiblidades de valores exatos, mas a diferença não afeta o resultado da foto). Vejam que na compacta, o efeito de desfoque de fundo não existe. A nitidez, a qualidade gráfica também é bem inferior comparando com a foto feita com a 40mm da DSLR.

comparação cameras

Isso quer dizer que as compactas não são boas para foto de unha? Muito pelo contrário, são ótimas! Fazem fotos ótimas de unhas, sem dúvidas! Além disso, uma foto bonita de unhas (e de qualquer coisa!) depende muito mais do capricho da pessoa com suas unhas, esmaltações e composição das fotos, do que com a câmera exatamente. Já vi fotos de unha MARAVILHOSAS feitas com câmera de celular, e fotos mal feitas com câmeras boas e lentes de macro. Mas apesar disso, por questões puramente técnicas, não tem como fazer fotos iguais, com a mesma qualidade gráfica e as mesmas possibilidades de efeitos e configurações usando uma compacta e uma DSLR. Pode ser o melhor fotógrafo do mundo, se ele estiver usando uma compacta, ele vai ficar limitado às possibilidades desse equipamento. Mas com certeza ele vai conseguir fotos incríveis, que muitos fotógrafos não conseguem fazer mesmo usando os melhores câmeras e lentes. Ele pode conhecer todas as técnicas, ter muita experiência e ser um artista nas composições, mas se a ferramenta não suporta o efeito que ele deseja, ele não consegue. Da mesma forma ele pode ter todos os equipamentos, se ele não conhece as técnicas, não conhece o equipamento e não sabe fazer composições ou lidar com a iluminação, não vai conseguir usufruir das possibilidades do equipamento. E já vi muitas fotos feitas com boas câmeras, com boas lentes, mas que eram ruins, porque o fotógrafo não sabia usar o equipamento dele, não conhecia as técnicas de composição, iluminação, etc.

É claro que se você tiver equipamento, técnica, senso artístico e criatividade, você vai fazer as fotos das russas (sou fascinada nas fotos delas, babo mesmo hahahah), mas tendo apenas as técnicas, o senso artístico e a criatividade, você consegue fotos lindas e incríveis com qualquer equipamento, embora limitadas às possibilidades que o equipamento oferece. Se você tem técnica, senso artístico e criatividade, você não vai tentar fazer as fotos que sua câmera não consegue, você vai explorar o máximo as possibilidades dela para que as fotos que ela consegue fazer sejam perfeitas! Como uma mulher que está com o cabelo “sem corte”, mas tem a boca lindíssima. O que ela vai fazer? Vai explorar o máximo a beleza dos lábios, para ele se destacar mais que os cabelos. Não é assim que aprendemos a nos embelezar? Realçar os pontos fortes, para que os fracos não apareçam tanto? 😉

A lente de macro que uso, como falei, é a mais barata e se chama 40mm f/2.8. Faz fotos ótimas de macro das unhas (e outros macros tb!). Mas não é apenas as lentes de macro que podem ser usadas, existem os filtros de macro/close-up que ajudam bastante quem não tem como comprar  (ou não quer investir) uma lente de macro. Durante bastante tempo eu usei o Raynox DCR-250, que deixa as lentes comuns com efeito de macro. E depois também comprei um jogo de filtros que também dão closes à lentes comuns (no caso comprei para usar na 50mm f/1.8, que é minha lente favorita, mas não faz macro nenhum, é fixa em 50mm de distância focal). Existem filtros para outras lentes também, inclusive a que vem no kit da câmera, e eles são baratos.

filtros post

Abaixo mostro como eles funcionam:

comparação macros 1

E aí vocês vão me perguntar: E a lente que vem na câmera DSLR, é boa pra foto de unha? Sim e não. Sim, é boa, faz fotos lindas. Não, não faz todas as fotos, especialmente as de macro fotografia (pensando nas fotos de unha), mas também podem ser usadas com os filtros de macro. Mas para mim, o maior problema dela é a pouca abertura que ela tem, o que faz com que precisemos de ainda mais luz para ter boas fotos. Ela faz fotos bem mais escuras. No exemplo abaixo dá para ver:

comparação lentes comparação lentes 1

E aí vocês podem pensar: ah, mas isso é fácil, é só editar no Photoshop a exposição e ela vai ficar clarinha. Dá para fazer isso? Sim, dá, mas a foto perde qualidade, acaba precisando de outros ajustes e quanto mais mexe, mais perde qualidade. O ideal é que a foto saia quase perfeita da câmera (porque perfeita é raridade) e precise do mínimo de ajuste na pós-edição com o Photoshop (até porque editar foto é um saco! E demora mais do que fotografar em si!).

Aí você diz: “Puxa vida, tô dura, a crise tá braba, já gastei tudo comprando esmalte e não posso comprar a lente de macro, só posso mesmo comprar o filtro parcelado no Mercado Livre! Mas poxa, queria tanto um macro bem de perto como esse da 40mm! Como eu faço?”

Bom, você pode usar os filtros e cortar a foto. Não é a mesma coisa, mas dá para chegar bem perto! Abaixo mostro o exemplo:

comparação macro 2 crop macro

E aí você: “Lu,minha situação é pior, porque resolvi comprar minha wish list de indie polish gringo, e por isso meu dinheiro não sobrou e ainda fiquei devendo pro banco! Como eu faço? Só tenho a lente do kit!”

Dá para cortar a foto feita com a 18-55, que vem no kit da câmera? Dá, porém a qualidade não fica boa, não tem jeito. Se publicar nas redes sociais então, a qualidade vai ficar ainda pior. 😦

comparação macro 18-55

Onde comprar tudo isso? Comprei TUDO (inclusive a câmera) no Mercado Livre e parcelado! 😛

“Será que acabou o post? Já não aguento mais ler, meu olho tá doendo!” hahaha

Ainda não, porque além de tudo isso, tem também as gambiarras. 😛

A gente pensa em uma foto, mas não tem como fazer ela, então a gente inventa um jeito, às vezes os mais doidos! Vale de tudo, até fazer isso aqui:

_DSC0108ok postEu queria o espelho refletindo o fundo, para dar a impressão que o esmalte estava em cima do fundo. Mas não tinha um local onde eu pudesse colocar o esmalte com a luz da janela e dar altura para o tripé da câmera. Então eu coloquei o espelho na minha perna (com um livro embaixo para ficar mais firme) e consegui que o reflexo do fundo aparecesse no espelho. Mas como a posição não era muito confortável, não consegui fazer uma foto perfeitinha, no entanto se ficou focada, podemos salvar ela cortando no editor de imagem (eu uso o Photoshop, mas existem muitos). Depois de muitas tentativas, e do livro escorregar mil vezes da minha perna, eu consegui uma foto com foco! \o/

Mesmo assim ela ficou toda estranha e torta desse jeito:

_DSC0105ok1 postOlhei bem e vi que dava pra salvar. Abri ela no Photoshop e primeiro cortei e depois só ajeitei as rebarbinhas (tirei o corte do espelho porque estava feio). Assim:

ps ok postOlha que espatáculo de foto! Ela não merecia ir pra lixeira, né? Às vezes é com essas gambiarras loucas que conseguimos as melhores fotos! 😛

_DSC0105 ok

Eu já fiz muitas gambiarras como essas, e geralmente é por falta de espaço ou por preguiça de montar o cenário direitinho mesmo! hahaha (e Gi também, somos irmãs gêmeas no tema, fizemos até um curso on-line juntas sobre gambiarras na fotografia hahahha). É ótimo para exercitar a criatividade e para conhecer as muitas possibilidades que você encontra de composições, se você “sair do quadrado”, além de economizar uma baita grana! Super recomendo as gambiarras! 😛

Acho que agora realmente acabou! (todas sentem alívio hahaha). Espero ter conseguido passar alguma coisa de como faço as fotos das minhas unhas, e como pode-se facilitar o processo. Não há nada de excepcional, só boa-vontade de aprender, paixão por fotografia (e por esmaltes, claro!) e criatividade pra driblar as dificuldades. Espero que agora eu tenha desiludido todas que pensam que tenho algum estúdio em casa pra tirar foto de unha, e destruído o falso glamour que fotos bonitas podem demonstrar. Não tem glamour nenhum, só coisas que qualquer uma pode fazer! Não sou nenhuma diva (nem penteei o cabelo pra tirar as fotos! Só percebi depois que passei as fotos pro pc, e já tinha dispensado Bia da função de auxiliar hahaha), só mais uma, das muitas e muitas amantes de fotografia, e que também amam pintar as unhas e mostrar pras amigas na internet! 😛

Se ficaram dúvidas, deixem aí nos comentários e vamos conversando! 🙂

Um beijo grande e ótimo fim de semana! 🙂

PS: AHHH, esqueci de falar os esmaltes que aparecem nas fotos! Não escolhi eles, apenas eram os que eu estava usando no dia que fiz as fotos do post e estavam mais à mão. Nas fotos sobre as poses, estou usando o Chocolate Quente da Alta Moda com o Red Queen da Top Beauty. Duas camadas de cada. Nas fotos sobre fotografia estou usando o High Voltage da Dance Legend, duas camadas dele. Na foto do exemplo do flash é o Temptress da Painted Polish, que já postei aqui no blog.

PS 2: Dear friends from other countries, I wanted to do the post in Portuguese and in English as some of you have asked me, but it turned out very extensive, and it would be very tiring and confusing if I mixed up the two languages. However I tried to write in a way that facilitates the translation in the google translator. If you get any questions on any passage, just ask me in the comments, which clarify as soon as possible. 🙂