Superstar – Penélope Luz

Bom dia! 🙂

Beeeem, hoje vou começar a mostrar para vocês as novas cores de PL! \o/

Como eu tinha falado no post anterior, eu optei por mostrar um de cada vez ao longo dos dias antecedentes ao início das vendas, assim eu consigo mostrar todos com mais fotos, para vocês verem melhor e não deixar vocês muito ansiosas, esperando muito para poderem comprar. 😀

Quero começar mostrando um esmalte que eu amei demais, o Superstar.

Ele tem como base exatamente o Yin Yang, que recebeu além dos glitters preto e branco, também glitters roxo, estrelinhas pretas e lilás, e também um discreto brilhinho holográfico feito com glitters bem fininhos e filetinhos bem miudinhos.

Ficou uma graça esse esmalte, os brilhinhos holográficos fizeram uma imensa diferença!

Como base para essa esmaltação eu usei o Kendal da Zoya, que é um lilás beeem clarinho e fechado, quase cinza. Eu amei o Superstar sobre o Desfecho da Colorama também, e só não usei para as fotos, porque não daria para ver bem todos os detalhes dele, e como a intenção é mostrar o esmalte, achei que seria melhor uma cor que deixasse todos os glitters mais evidenciados.

Quando esmaltei com ele, só senti uma dificuldade. Essas estrelinhas com esse material matte preto, são mais pesadas que aquelas do material metálico, e mesmo na base de suspensão, elas tendem a ir mais para o fundo do vidrinho, então quando for esmaltar, tem que virar um pouco o vidrinho para elas descerem. Eu coloquei MUITA estrelinha preta e mesmo assim tem que ficar catando, porque elas ficam no fundo. Se virar o vidrinho um pouco, elas vem fácil no pincel. Eu quase desisti desse esmalte e de um outro que também usei elas, mas pensei que se fosse eu a comprar, eu preferiria sacudir o vidrinho do que ficar sem um esmalte com estrelinhas pretas, então pensei que muitas meninas sentiriam dessa forma também. Mas quem não gostar disso e não quiser sacudir ou catar estrelinhas, melhor nem comprar ele. Fora isso, tudo perfeito! 🙂

Dany, mais uma vez, obrigada pelo lindo anél. 🙂

Esse post tem muitas fotos, porque adorei elas! No dia que fui fotografar, minha mãe me viu com esse monte de coisas em plena tarde e disse: “Que isso, Luciana??” E eu: “É que fui promovida à cenário das fotos, mãe, e o nome do esmalte é Superstar”. E ela ficou me olhando com aquela cara de “foi pra isso que criei com tanta dificuldade essa menina, pra depois ela ficar doida…” hahahah

Batom: Poisonberry – Lime Crime

Adorei! Ficou muito fofinho, né? 🙂

Agora sobre as vendas. Será como nas outras vezes, em breve vou mandar pra várias lojas que já começaram a encomendar, e vocês poderão se jogar nos que gostaram. 🙂

E esse é só o primeiro, ainda tem mais 6 ou 7 cores (uma delas ainda não tenho certeza se conseguirei fazer nessa ou se terei que deixar pra próxima, até sexta já saberei, mas à princípio são 7 cores no total). 🙂

Amanhã trago mais um! 🙂

Um beijo meninas, e ótimo dia para todas! 🙂

61 ideias sobre “Superstar – Penélope Luz

  1. Eva Super

    aiii que coisa mais lindaaa Lu..
    eu amooo estrelinhas… e roxo nem preciso dizer né? Preto tb adoro, é a cor do meu signo… noosss simplesmente fantástica esta mistura amiga.. PRECIIIISO desse esmalte pra ontem! kkkkkkk
    Arrasou!!! Até o no nome dele… Uauuu…. apaixonei meeeesmo…
    Kisses

    Curtir

    Resposta
  2. Dany Vianna

    O anel <3333

    O esmalte ficou lindo amiga! Esse kendal tem jeito de ser coringão pra glitters indies xD Me diz uma coisa, o Leal da Ludurana ou o Fumaça também funcionariam bem?

    E suas fotos a cada dia que passa mais fantasticas amiga! Você não tá perdendo nada para a Anna viu? Nem na esmaltação nem nas fotos

    Curtir

    Resposta
  3. Iva

    Oi, Lu!
    Lindíssimo!!!
    Esse já vai p/ a listinha!
    Tuas fotos estão cada dia mais lindas! Adorei a cor desse batom! Deslumbrante!!!
    Tua mãe tem uma filha artista das unhas e das fotos!
    Bjks,
    Iva 🙂

    Curtir

    Resposta
  4. Thabata

    arrasou Lu!!! nem me importo de sacudir o vidrinho, faço isso com os de “marca” pq não faria com o seu…
    com certeza já está na listinha (detalhe que nem usei os outros ainda hahahah para de me falir!!!)
    bjnhos
    Dicas Poderosas

    Curtir

    Resposta
  5. Márcia Lima

    adorei ele! Achei bem versátil, combina com várias cores (assim, já imaginei várias na minha cabeça).
    Realmente, tenho o mesmo problema com estrelinhas… já testei várias e o problemas de pesarem é o mesmo.
    Esse anel, que bapho! Amo anel, acessórios… um luxo ele!
    Bjo

    Curtir

    Resposta
  6. Kelly Cris

    kkkkkkkkkkk imagino a cara da sua mãe kkkkkkkkkk Muito engraçado Lu.
    Nem preciso dizer que vc arrasou como sempre.
    As fotos estão de babar litros *__*

    Qto a virar de ponta cabeça, eu nem ligo, até eu fico de ponta cabeça por uma lindeza dessa hahaha

    beijo

    Curtir

    Resposta
  7. Aryadne Melo

    Que fotos perfeitas e luxuosas!! Ameeei a super produçao!! Tadinha da sua mae, a minha passa por mim quando estou fotografando e pergunta: “tá tirando foto de esmalte? pra quê?” Por isso eu fecho a porta do quarto. hahaha
    Mas é muito lindo esse glitter, nunca na vida que eu iria me importar de ficar catando estrelinha, ainda mais preta. 🙂 Aiai nem comprei nenhum da coleçao anterior ainda. :p
    beeeeeeeeeeeeeeijos*

    Curtir

    Resposta
  8. Mauni

    Que linda a produção, Lu! =D E o esmalte também, claro. Muito legal explicares já a questão das estrelinhas, assim a pessoa pesa se acha muita mão ou não – embora, convenhamos, ter que virar um pouquinho o vidrinho não é lá aqueeele esforço, né?! Tou ansiosa para ver as outras novidades nos próximos dias.
    Ah, que lindo ficou o Poisonberry em ti! Definitivamente ando curtindo cores diferentes/ousadas de batom. Hehehe…
    E um tanto off topic: outro dia estava fuçando aqui pelo teu blog e no post de um Zoya indicavas uma loja para encontrá-los. Pois bem, não comprei Zoya, mas fiz uma encomenda e deu tudo certinho mesmo! ;o)
    Beijão e uma ótima quarta!

    Curtir

    Resposta
  9. Anônimo

    Lindo! Só uma dúvida: pqe os nomes dos seus esmaltes são todos em inglês? Tem tantas palavras lindas na Língua Portuguesa! Será que é mais chic? Ou será que vende mais? Nem precisa responder, o problema não é meu, mas que é intrigante é. Os americanos jamais fariam esmaltes batizados com palavras em Português. Mas os brasileiros adoram ” babar ovo” dos outros mesmo e renegar a própria língua MÃE!

    Curtir

    Resposta
  10. Penélope Luz

    foi o que pensei, amiga, as estrelinhas ficaram muuuito lindas, aí pensei: ah, eu não me importaria, porque estrelinhas pretinhas são tão fofinhas! E nem fica tããõ no fundo, só não ficam perto da boca, de onde geralmente tiramos as pinceladas. 🙂

    Curtir

    Resposta
  11. Penélope Luz

    Oi anônima.. Acho que vc não está familiarizada com os nomes dos meus esmaltes. Se vc reparar bem, eu nomeio em vários idiomas. Tendresse e L'amour são em francês, Gitana é espanhol, Ahimsa é hindi, Mística é português… E os que vendem mais são dois, o Midas que é um nome de origem grega e o Yin Yang, um nome da cultura oriental, nenhum dos dois tem qualquer referência à cultura inglesa ou americana. Que coisa, né? 😉
    Eu babo o ovo de toda a humanidade, porque o mundo todo é nossa pátria, somos todos irmãos, não importa se moramos no Brasil, nos EUA, na Rússia, China ou Malásia, somos todos filhos do mesmo Deus, moradores do mesmo planeta. Acho o patriotismo de uma mediocridade imensa, bem o retrato da arrogância que já matou tanta gente nesse mundo, por um achar que é melhor que o outro só porque nasceu nesse ou naquele pedaço de terra. Nossa MÃE é o planeta TERRA. Se você acha errado o fato dos americanos jamais nomearem um esmalte deles em português, deveria achar legal que as brasileiras não têm esse tipo de arrogância, e nomeiam seus esmaltes em inglês também, sem nenhum tipo de preconceito cultural ou linguístico. Não entendi vc condenar a atitudes deles e a nossa ao mesmo tempo, foi um tanto incoerente, a não ser que vc esteja incitando um discurso vingativo e birrento, mas essa de “se eles não fazem, não faço também” é coisa para crianças psicológicas, que não têm maturidade para não se importarem com esse tipo de bobagem territorial. E vou continuar nomeando MEUS esmaltes com os nomes que eu achar que combine com eles, não importa o idioma ou a cultura. E da próxima vez assina seu nome, porque comentários anônimos são deletados aqui no meu blog.

    Curtir

    Resposta
  12. Aline Pina

    Mais um esmalte lindo, amei!!! Em relação aos nomes dos esmaltes acho que cada um dá o nome que quer, eu particularmente não me ligo nos nomes, o importante é o conteúdo, que no caso dos seus esmaltes tem ótima qualidade. E outra coisa adorei a sua resposta!!!

    Curtir

    Resposta
  13. Anônimo

    Desculpe o anônimo. Meu nome é Ana Braga, de Campinas. Não tenho nenhum e-mail daqueles que pedem para identificação.
    “Acho patriotismo uma mediocridade imensa” . Nossa, essa é uma pérola das maiores que já li! Vai ficar perdida num país estranho, sem dinheiro e passaporte para vc sentir na pele o que disse.
    É óbvio que somos filhos do mesmo Deus e do mesmo planeta, mas é nesse ponto da Terra que vc nasceu, vive e daqui que retira seu sustento e dos seus. É de uma ingratidão imensa, isso sim, dizer que a Pátria e a língua, a bandeira ( simbolos do patriotismo) são mediocres. Mas é que para muitos brasileiros, Brasil só existe em época de Copa do Mundo.
    Para mim, essa bajulação em torno de nomes estrangeiros tem um nome: falta de cultura. E de criatividade tbm. Tendresse é mais vendável que Ternura? L'Amour é mais que O Amor. E o que dizer de Blue Bird of Paradise, visto que 75% dos brasileiros mal leem a própria língua? Vc dirá que não aquelas que compram seus ricos esmaltinhos, não é? OK. Aliás, falando em criatividade, vc disse que ” seus” esmaltes mais vendidos são Midas e Ying Yang, que na verdade são cópias do The Man with the Golden Gun e do Connect the Dots. Parabéns à OPI e à Lynderella! Que eles continuem sendo criativos lá para vc ganhar seu dinheiro aqui no Brasil.

    Curtir

    Resposta
  14. Ivana

    Caramba … o povo tá nervoso ai em cima … rsrsrs
    Mas o esmaltinho novo é lindo mesmo – como tudo que vc faz !
    Parabéns …
    E vou tentar comprar desta vez … se eu chegar a tempo !
    Bj e Paz !

    Curtir

    Resposta
  15. Larissa Bohnenberger

    E mais uma vez, palmas para Lu!!!
    Parabéns pelas respostas! Sou tua fã, e concordo contigo em gênero, número e grau. Patriotismo nada mais é do que um sentimento de superioridade ridículo. Não gosto disso. E só pra constar: não torço pro Brasil em Copa do Mundo. Ninguém vai poder dizer que eu não sou coerente com os meus pensamentos.

    Curtir

    Resposta
  16. gi

    HAHAHHAHAHAAHAHAHAH por que sempre vem alguém reclamando do uso de outros idiomas em produtos brasileiros? Referência é tudo nessa vida. Processo criativo nada mais é do que organizar de uma maneira diferente e interessante referências que já se tem. Quanto mais se conhece, mais se compreende do mundo – alienar-se numa única cultura pra quê, se se tem acesso à tanta coisa? Aposto que muita esmaltólatra aprendeu que tendresse é ternura em francês. E pra alguém que nunca tivesse ouvido falar na lenda do rei Midas, o esmalte é uma dica ótima de pesquisa. Se alguém foi olhar os quadros do Picasso por causa do esmalte, então, se eu fosse a Lu, deliraria! É sabido que nem tudo que é estrangeiro é bom, assim como nem tudo que é brasileiro é. Extremos não são bons. Tem muita coisa legal brasileira que merece ser referenciada, mas tem muito esmalte por se criar nesse mundo ainda…

    Essas fotos ficaram dignas de um pôster! E o esmalte, de uma superstar, definitivamente! Continue sendo linda, fazendo fotos e esmaltes lindos 🙂

    x*

    Curtir

    Resposta
  17. Penélope Luz

    Olá Ana Braga, melhorou agora, obrigada por se identificar. 🙂
    Continuo achando patriotismo uma mediocridade imensa, se não fosse, ninguém sofreria num país estranho sem dinheiro ou passaporte, todos seriam tratados como iguais. Se acontece o contrário, é justamente por culpa da mediocridade do patriotismo, não é mesmo?
    Ingratidão dar o mesmo valor aos outros seres humanos e culturas, mesmo que tenham nascido em outro lugar do mundo? Que absurdo! Esse tipo de discurso que faz com que o mundo tenha tantas guerras ainda hoje, um povo achando que o país em que ele vive e nasceu é mais importante do que qualquer outro. Antes de nascer nesse ou naquele território, nós nascemos no mesmo planeta, e acima de tudo isso, somos uma mesma espécie e qualquer tipo de separação que acontece entre os humanos, seja ela por patriotismo, raça ou qualquer outro, é medíocre, e só contribui para esse tipo de pensamento pseudo-nobre que vc acabou de ter (e que muita gente tem quando quer defender a cultura onde nasceu nessa vida e que por algum motivo, tem orgulho de ter nascido), ser desculpa para que as pessoas não se respeitem todas como seres-humanos. É esse tipo de pensamento que leva uma pessoa a rejeitar um estrangeiro sem passaporte e dinheiro… :/
    Se vc quer falar sobre a questão comercial, 90% do material que eu uso na fabricação dos meus esmaltes é importado (porque infelizmente não vende no Brasil), e mulheres de vários lugares do mundo compram eles. Isso é possível justamente porque, comercialmente falando, o mundo nunca se importou com esse tipo de pensamento patriota, e sempre fez comércio internacional. Dizem até que nosso país foi descoberto numa dessas aventuras comerciais de pedro alvares cabral. 🙂
    Ternura é tão vendável quanto Tendresse, porém, meu esposo que já faleceu, gostava muito do idioma francês e adorava me chamar de Tendresse, e eu quis homenagear esse carinho dele comigo. Todos os meus esmaltes são nomeados à partir de episódios da minha vida, coisas particulares minhas, desde músicas importantes, sugestões de amigas, até coisas muitíssimo particulares que eu quis emocionalmente homenagear, eu jamais penso se vai vender mais ou menos, mas como vc pensaria nisso se aparentemente já tem todo um preconceito sobre nomes estrangeiros em produtos nacionais, ou sobre o que se passa em meus pensamentos quando estou nomeando um esmalte, não é? Não julgue o que você não sabe…
    Algumas vezes eu poderia sim optar por nomear em português, mas opto pelo inglês por dois motivos: eu acho lindo o idioma inglês (como meu esposo achava lindo o francês, como você acha lindo o português, como minha filha acha lindo o japonês, idioma no qual ela é fascinada, são gostos pessoais, todos têm direito de ter), e porque querendo nós ou não, o inglês é hoje o idioma universal do planeta. Pessoas do mundo todo se comunicam em inglês, não é nada contra o português ou a cultura brasileira, mas à favor também das mulheres de outros países.
    Te corrigindo, o Midas eu criei antes do lançamento do The Man with the Golden Gun, na verdade eu copiei a idéia de outro esmalte, um Gold Leaf Rococo. 🙂
    O Connect the Dots foi uma idéia fantástica e a Lynnderella merece todos os parabéns, vivo falando isso e nunca aceito os louros pelo yin yang! E me inspirei em outros dela também! E da Deborah Lippmann também, e vou sempre me inspirar no que é belo e bom! Se ela tiver outra idéia fantástica como essa, vou adorar copiar e ganhar dinheiro outra vez! E vou ficar feliz quando alguém fizer o mesmo, para eu poder comprar, já que ela, infelizmente, não envia seus esmaltes para cá. E obviamente, se quiserem copiar minhas criações e ganharem dinheiro também lá em seus países (como já acontece com o Lotus), só posso ficar lisonjeada, porque se fui copiada é porque o que fiz foi bem feito. Não quero todas as clientes do mundo, são 6 bilhões de pessoas, é muita gente pra dar conta! 😛

    Curtir

    Resposta
  18. shirley diniz

    È muito simples, como ninguém consegue agradar à todos 100% a solução para os questionamentos é muito simples. Não compre ou utilize os esmaltes PL ou de qualquer criadora de esmaltes que coloque seus nomes em inglês ou em qualquer outra língua. Se você é esmaltólatra sua vidinha ficará bem difícil, mas na vida tudo é opção. Falta de patriotismo ou cultura por não nomear suas criações na nossa língua??? Não vejo assim, muito pelo contrário, a cultura é tão grande que os nomes são em várias línguas, o que identifica uma cultura grande e bastante interessante. Quanto aos americanos não colocarem nomes de esmaltes em português, novamente você erra, a DTW, por exemplo, tem uma coleção inteirinha com nome de Carnaval (em que língua mesmo??? cultura de que país mesmo???) e os nomes dos esmaltes desta coleção em português: Trio Elétrico lembra alguma coisa??? Me parece que anda faltando cultura e informação para outras pessoas. Nada contra fazer críticas, desde que elas realmente sejam fundamentadas, mas críticas somente para soltar farpas e vomitar palavras… por favor. Poderia ter sido mais feliz se tivesse mais conhecimento do assunto. Sinto muito, vomitou demais e a meu ver, continuou engasgada, pois escreveu muita besteira.

    Curtir

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s